AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria

Como se livrar da dor na coluna? Especialistas dão as dicas

Colchão e travesseiro devem ser escolhidos da melhor forma possível para evitar dores e desconfortos

Karla Precioso

por Karla Precioso

[email protected]

Publicado em 10/09/2023, às 14h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Como se livrar da dor na coluna? Especialista dá as dicas - Joyce Hanks/Unsplash
Como se livrar da dor na coluna? Especialista dá as dicas - Joyce Hanks/Unsplash

Sabia que dormir bem é fundamental para a recuperação e saúde da coluna? Isso porque é o período que nossa musculatura relaxa e quando ela consegue se regenerar dos microtraumas repetitivos submetidos durante o dia. E a escolha correta do colchão e travesseiro é primordial para garantir um sono reparador e, principalmente, evitar dores e desconfortos.

Guilherme Rossoni, especialista em Neurocirurgia pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia e membro-titular da associação, fala mais a respeito.

TRAVESSEIRO

Pensando na qualidade do sono, a posição que dormimos também é muito importante. A posição mais recomendada para quem sofre com problemas de coluna é dormir de barriga para cima, usando um travesseiro de média altura debaixo do joelho, para que, assim, o corpo possa ficar levemente flexionado.

Já um travesseiro de média altura é o recomendado para preencher todo o espaço entre a cabeça, o pescoço, o ombro e o colchão. Agora, se você dorme de lado - o que também é recomendado -, o ideal é deixar o travesseiro entre as pernas para que os joelhos fiquem levemente fletidos. Isso faz com que diminua a sobrecarga exercida na coluna lombar.

COLCHÃO

Em relação ao colchão mais indicado, existe uma tabela do Inmetro sobre a densidade do produto, mostrando qual é a ideal (baseada na altura e peso da pessoa). O colchão mais utilizado é o intermediário, intitulado D40.

Para quem dorme de lado, o de mola também é uma boa opção. Dentro dessa variedade, o que traz o melhor benefício para quem tem problema de coluna é o colchão ortopédico - espuma intercalado com madeira.

FATORES DE RISCO

É importante lembrar que o controle dos fatores de risco para problemas e doenças na coluna é essencial. Portanto, evite:

  • Sedentarismo
  • Obesidade
  • Tabagismo

“A partir do momento que você controla esses fatores, reduz o risco de degeneração da coluna, formar novas hérnias, artrose ou outras doenças degenerativas. É preciso enfatizar ainda que até 95% dos pacientes não vão precisar passar por cirurgia para tratar o problema. Hoje em dia, existem tratamentos conservadores, bloqueio anestésico e, quando necessário, cirurgia minimamente invasiva para tal finalidade”, finaliza Rossoni.

POSIÇÃO

SE VOCÊ DORME DE BARRIGA PARA BAIXO: nessa posição, recomenda-se optar por travesseiro baixo (menos volumoso). De barriga para baixo, travesseiros altos podem provocar extensão cervical excessiva.

SE VOCÊ DORME DE LADO: o travesseiro deve ter altura suficiente para preencher o espaço entre o colchão e sua orelha. Essa posição permite o uso de travesseiros mais grossos. Além disso, usar
travesseiro entre as pernas pode promover maior conforto para os quadris e a coluna lombar.

QUAL O MELHOR TRAVESSEIRO?

A escolha do travesseiro deve levar em conta, além do material, o tamanho, a densidade e a temperatura do material. Não existe travesseiro ideal para todas as pessoas. Alguns estudos, entretanto, apontam vantagem do uso de travesseiros de látex para pessoas com artrose cervical e dor crônica.

E O COLCHÃO IDEAL?

Segundo o fisioterapeuta Giuliano Martins, na hora de adquirir esse item, alguns dados são necessários. Não existe o melhor colchão, existe aquele que você se deita e se sente confortável. Você
precisa dormir de 7 a 8 horas e acordar descansado. Se você está acordando com dores, parecendo que levou uma “surra”, isso pode ser um sinal de que seu colchão já não está bom.

Mas o especialista complementa: “Antes de comprar o colchão, é fundamental uma consulta com um especialista. Talvez, você esteja com dor nas costas devido a um outro problema e trocar o colchão não vai resolver o seu caso”.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!