AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria

Acabe de vez com a sensibilidade nos dentes

Especialista explica as causas da sensibilidade nos dentes e como amenizar o problema

Karla Precioso

por Karla Precioso

[email protected]

Publicado em 13/08/2023, às 08h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
O problema é recorrente e atinge cerca de um terço da população brasileira - Bruno Pereira / Pixabay
O problema é recorrente e atinge cerca de um terço da população brasileira - Bruno Pereira / Pixabay

A sensibilidade dentária é uma queixa comum entre as pessoas, atingindo cerca de um terço da população brasileira. Com o inverno, essa sensação pode se acentuar, afinal, costuma-se ingerir alimentos e bebidas muito quentes, que podem causar o incômodo, e, em casos mais severos, até mesmo respirar ar frio provoca desconforto. 

A seguir, Mariana R. D. Gaspar, cirurgiã-dentista e especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial dos Maxilares pelo Instituto Nap Odonto, explica as causas e como amenizar o problema.

O QUE DESENCADEIA A DOR

A dor pode surgir em um ou mais dentes e a sensação é semelhante a uma fisgada. Costuma ser provocada quando o dente recebe estímulos que podem ser de origem térmica (frio e calor, tanto em relação aos alimentos, quanto ao próprio ar que respiramos, a exemplo, o frio do inverno), mecânica (escovação errada dos dentes) ou química (consumo excessivo de alimentos ácidos ou doces, enxaguante...).

RETRAÇÃO GENGIVAL E CÁRIE

A sensibilidade dentária está relacionada à exposição da dentina e a mesma pode se dar pela retração gengival ou perda do esmalte (estrutura que reveste o dente). A dentina contém canalículos (túbulos) que se comunicam com a polpa do dente que, por sua vez, é um tecido que possui nervos. Então, quando o dente recebe um estímulo externo (o ar frio ou um alimento muito quente, por exemplo) os túbulos expostos enviam sinais para dentro da polpa, onde são captados pelos nervos, provocando a dor. Muitos acreditam que a sensibilidade está associada à cárie, mas existem outros fatores que podem gerar o desconforto. Por isso, é tão importante sempre consultar um dentista para uma avaliação mais minuciosa, diagnóstico e tratamento corretos.

CAUSAS

Os motivos que podem ocasionar a exposição da dentina e, consequentemente, a sensibilidade são:

  • Escovação incorreta
  • Apertamento dos dentes
  • Dificuldade para dormir 
  • Dormir sono excessivo
  • Bruxismo
  • Má oclusão
  • Inflamação gengival
  • Consumo excessivo de alimentos e bebidas ácidas
  • Doenças gástricas, entre outros.

AVALIAÇÃO ODONTOLÓGICA

Para fazer uma avaliação odontológica, o dentista vai observar sinais de exposição da dentina e fazer testes mais elaborados de consultório para determinar a causa real da sensibilidade. O especialista vai observar, por exemplo, sinais de abrasão ou erosão. Vale aqui explicar melhor esses termos:

Abrasão: acontece quando o dente perde parte de sua estrutura por causa de um desgaste, como é comum em pessoas que escovam os dentes com muita força. 

Erosão: nesse caso, a causa vem de processos químicos, como a ação da acidez provocada por determinados alimentos, como o açúcar e refrigerantes.

PREVENÇÃO

1. Consulte sempre o dentista;

2. Use creme dental para sensibilidade;

3. Espere 30 minutos após a refeição para escovar os dentes;

4. Faça aplicação de verniz de flúor, restauração das áreas que perderam esmalte e cirurgia plástica gengival; 

5. Recorra à terapia com laser;

6. Evite alimentos e bebidas ácidas;

7. Não use creme dental abrasivo (os menos abrasivos possuem carbonato de cálcio em sua composição);

8. Não escove os dentes com força;

9. Escolha escova dental com cerdas macias;

10. Faça limpeza odontológica regularmente;

11. Mantenha a boa higiene.