AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria

Mitos e verdades sobre a calvície: tricologista dá dicas de como auxiliar o crescimento dos fios capilares

Dr. Baltazar Sanabria compartilha conselhos sobre como manter os cabelos saudáveis e explica que a alopecia atinge tanto homens quanto mulheres

Conselhos sobre como manter os cabelos saudáveis - Reprodução
Conselhos sobre como manter os cabelos saudáveis - Reprodução

A calvície é uma preocupação que afeta milhões de pessoas em todo o mundo, tanto homens como  mulheres podem sofrer com a situação. Com isso, surgem diversos mitos e informações controversas sobre as causas, tratamentos e prevenção da queda de cabelo. A procura por gomas que fazem os fios crescerem e suplementos tem aumentado, mas de acordo com o tricologista Baltazar Sanabria essas vitaminas não são os principais métodos responsáveis pelo crescimento, isso porque cada organismo reage de uma forma a elas.

"É importante contatar um especialista para avaliar se o couro cabeludo está doente, pois com o tratamento adequado, a velocidade de crescimento do cabelo vai aumentar", diz o especialista sobre o desenvolvimento dos fios que são influenciados por fatores genéticos, hormonais, alimentares e de saúde geral.

Baltazar Sanabria enfatiza a importância de buscar orientação profissional para avaliar a saúde da região capilar e determinar o tratamento adequado para promover o crescimento saudável. Somente um especialista em tricologia pode fornecer uma abordagem personalizada e segura para lidar com questões relacionadas à queda de cabelo e outros problemas capilares. Confira os mitos e verdades abaixo:

 1- Usar bonés ou chapéus pode causar calvície

Mito. "Esse é um mito comum que precisa ser desmistificado. O uso de bonés ou chapéus não causa calvície em si”, explica. No entanto, o tricologista menciona que se esses acessórios estiverem excessivamente apertados ou sujos, podem contribuir para a queda de cabelo, já que a tração contínua nos fios pode levar à quebra e ao enfraquecimento dos cabelos.

2- A predisposição genética é um dos principais fatores para a alopécia

Verdade. A calvície tem uma forte influência genética. Se um ou ambos os pais têm histórico de queda de cabelo, a probabilidade de desenvolver calvície aumenta significativamente. “No entanto, é importante lembrar que outros fatores, como o estilo de vida, podem agravar ou retardar esse processo”, partilhou o especialista.

3- O uso frequente de produtos químicos causa calvície

Mito. "O uso de produtos químicos, como tinturas e alisamentos, não causa calvície. No entanto, se esses produtos forem usados de forma excessiva ou inadequada, podem levar ao enfraquecimento e à quebra dos fios, resultando em uma aparência de cabelo mais fino e escasso”, diz Baltazar.

4- A calvície afeta apenas os homens

Mito. De acordo com o Dr. Baltazar, muitas pessoas acreditam que apenas o público masculino pode sofrer com alopécia.  “Embora a calvície seja mais prevalente em homens, as mulheres também podem ser afetadas por diferentes tipos de queda de cabelo, como a alopecia androgenética feminina. A diferença é que a calvície feminina tende a ser mais difusa e menos perceptível do que a masculina”, explica o tricologista.

5- Cabelo grisalho não determina calvície

Mito. Muitas pessoas tendem a falar que se alguém tem fios grisalhos, ela não terá alopécia, mas isso  não é verdade. “Tenho pacientes que têm cabelos grisalhos que sofrem com a doença, ou seja, não há distinção”, comenta o especialista. Além disso, Baltazar explica que é um fator genético e que o  envelhecimento também é considerado.

Ao identificar o que é mito e o que é verdade, é possível seguir as recomendações do tricologista e ao realizar um acompanhamento perceberá a diferença no crescimento e na textura. “É importante ficar atento aos sinais que seu cabelo dá e agir de forma preventiva por meio de cuidados adequados para seu tipo de cabelo”, conclui.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!