AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria

A menopausa tende a engordar?

Hoje comento o fato das mudanças hormonais causados pela menopausa impactarem no corpo de várias maneiras, incluindo o peso.

por Dra. Thais Mussi

[email protected]

Publicado em 06/07/2024, às 11h34

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem ilustrativa mulher menopausa - FREEPIK
Imagem ilustrativa mulher menopausa - FREEPIK

A menopausa é um período de transição natural na vida da mulher, marcando o fim dos ciclos menstruais. Ela traz diversas mudanças hormonais que podem impactar o corpo de várias maneiras, incluindo o peso.

Mas afinal, a menopausa tende a engordar?

Durante a menopausa, os níveis de estrogênio e progesterona, dois hormônios femininos essenciais, diminuem significativamente.

Essa queda hormonal pode levar a um aumento de peso por diversas razões.

Primeiramente, o estrogênio ajuda a regular a distribuição de gordura no corpo. Com a sua diminuição, é comum que as mulheres comecem a acumular gordura na região abdominal, em vez de nas áreas onde costumava ser depositada anteriormente, como quadris e coxas.

Além disso, a menopausa pode desacelerar o metabolismo.

Com o envelhecimento, a taxa metabólica basal – que é a quantidade de calorias que o corpo queima em repouso – tende a diminuir. Isso significa que, mesmo sem mudanças nos hábitos alimentares, o corpo começa a queimar menos calorias, facilitando o ganho de peso.

Outro fator a considerar é a perda de massa muscular. A partir dos 30 anos, começamos a perder massa muscular gradualmente, e esse processo pode se acelerar durante a menopausa. Como os músculos são metabolicamente mais ativos do que a gordura, a perda muscular contribui para um metabolismo mais lento.

As alterações hormonais também podem afetar o humor e os níveis de energia. Muitas mulheres experimentam aumento do estresse, ansiedade e depressão durante a menopausa, o que pode levar a comportamentos alimentares menos saudáveis e ao sedentarismo.

O estresse crônico, em particular, eleva os níveis de cortisol, um hormônio que pode promover o armazenamento de gordura, especialmente na região abdominal.

Além disso, os distúrbios do sono são comuns durante a menopausa devido a sintomas como ondas de calor e suores noturnos. A falta de sono pode desregular os hormônios que controlam o apetite, como a grelina e a leptina, aumentando a fome e a preferência por alimentos calóricos.

A menopausa pode ser um período desafiador para muitas mulheres em termos de controle de peso, mas com a adoção de hábitos saudáveis e um cuidado especial com o corpo, é possível minimizar esses efeitos e manter um peso saudável.