AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Últimas Notícias / NÃO GOSTOU

Nathalia Timberg critica 'Vale Tudo' como novo remake da Globo

Nathalia Timberg diz que a televisão passa por uma crise de identidade

Da Redação Publicado em 30/11/2023, às 20h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Nathalia Timberg - Foto: Divulgação
Nathalia Timberg - Foto: Divulgação

Nathalia Timberg está insegura quanto ao remake que a Globo fará de 'Vale Tudo'. Isso porque ela acredita que talvez a novela possa não dar certo para a geração atual, mesmo com uma reformulação na trama. A veterana esteve na primeira versão do folhetim, lançado em 1980. 

"Num momento em que se pretende apostar no que não representa riscos para o desenvolvimento da programação, apelam para a segurança de um remake. Mas podem se enganar", disse ela em entrevista para a Folha de S. Paulo.

"Toda vez que se procura retomar uma obra por causa do seu sucesso, há o risco de que não haja o mesmo impacto junto ao público", continua. Apesar da contraindicação, a Globo tem seguido na linha de reformulações com 'Pantanal' e 'Elas por Elas'.

"Todas as épocas conheceram crises de identidade. Essa não há de ser privilegiada", pontua. 'Renascer' terá o desafio de trazer Odete Roitmann, uma vilã conhecida pelas falas consideradas elitistas e preconceituosas.

ROTEIRO INICIAL

José Luiz Villamarim, principal executivo do setor de teledramaturgia da Globo, avaliou e aprovou o roteiro inicial, de autoria de Manuela Dias, de ‘Amor de Mãe’. O remake terá algumas mudanças em relação à trama exibida em 1988: os núcleos paralelos serão mais explorados, com mais tempo de tela. 

Outra alteração, será a antecipação da entrada de Odete Roitman, que na primeira versão, foi brilhantemente interpretada por Beatriz Segall, que faleceu em 2018. No enredo original, a vilã é revelada ao público no 28º capítulo, o que não se encaixaria nos padrões atuais.

'Vale Tudo' contou com 204 capítulos. O primeiro episódio foi ao ar em 16 de maio de 1988 e o último em 6 de janeiro de 1989. Escrita por Gilberto BragaAgnaldo Silva e Leonor Bassères e dirigida por Dennis Carvalho, a história tem como pano de fundo a corrupção e a falta de ética no país.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!