AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Programação da TV / Curiosidade

Repórter da Globo lembra quando foi segurança de Chitãozinho e Xororó

Jornalista contou que ama música e que trabalho de segurança pagou faculdade

Redação Publicado em 19/11/2023, às 08h56

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
O jornalista Maurício Ferraz relembrou passado com Chitãozinho e Xororó - TV Globo
O jornalista Maurício Ferraz relembrou passado com Chitãozinho e Xororó - TV Globo

Os grupo "Amigos", formado por Leonardo, Chitãozinho, Xororó, Zezé Di Camargo e Luciano, se encontrou no 'Altas Horas' do último sábado (18). E a curiosidade foi o jornalista Maurício Ferraz, repórter do 'Fantástico', contando que trabalhou como segurança de Chitãozinho e Xororó e ainda da dupla Leandro e Leonardo em São José do Rio Preto, interior de São Paulo.

Apesar de ter acontecido há 25 anos, o repórter da Globo contou que o trabalho foi muito importante em sua vida. “Graças a esses bicos consegui pagar a faculdade e estou há 22 anos na TV Globo. São 15 no Fantástico, onde faço parte do núcleo de reportagens especiais investigativas”, contou Mauricio, surpreendendo a todos.

O jornalista é tão apaixonado por música que durante a pandemia começou a aprender a tocar acordeon: “Quero tocar uma música que ouvi num show de vocês”, disse Ferraz para Chitãozinho e Xororó. Era o clássico 'Evidências'

'CAMINHADA DE FÉ'

Vale ressaltar que o repórter do ‘Fantástico’ já percorreu mais de 200 quilômetros do Caminho da Fé, trajeto que sai de São Paulo (SP) em direção ao Santuário de Aparecida do Norte, no interior do estado. “Como 2020 foi um ano difícil e complicado com essa pandemia, e 2021 também, acho que eu precisava dar uma desconectada no total, caminhar, repensar um pouco, refletir o que está acontecendo”, contou para Fabrício Battaglini e Thalita Moretti no ‘Mais Você’. “Perdi seis pessoas da família para a Covid-19, entre entre primos e tios.”

Conforme o jornalista, o grupo anda cerca de 30 quilômetros por dia, com uma rotina que começa às 5h da manhã e vai até às 15h30, quando param no posto de descanso para se preparar para o próximo dia. Na mochila, que pesa cerca de oito quilos, carregam o necessário: água, mudas de roupa e itens para higiene básica. Também usam um cajado para evitar escorregões no caminho.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!